LIVRARIA CULTURA

sábado, 1 de março de 2008

Projeto "Jogos 'Fair Play' Olímpicos"

Caros professores, em ano de Jogos Olímpicos, aumenta a importância e os trabalhos dos profissionais de Educação Física tornando-se mais importante e empolgantes. Várias são as formas de se trabalhar. Longe de querer influenciar os trabalhos dos demais professores, na EE Professor José Benedito Gonçalves na cidade de Salto/Sp (ciclo I), a Olimpíada será trabalhada com os professores e alunos de forma menos ‘Competitiva’ e sim, de forma mais ‘Educativa e Recreativa’. Onde o “Fair Play” (jogo limpo) será levado em conta.

Uma forma de resgatar esse papel educativo da competição é mostrar aos alunos que ambos os lados são imprescindíveis para que exista uma competição e que para que haja um vencedor, é preciso haver um perdedor. Um não existe sem o outro. Em outras palavras, "A vitória não é sinônimo de sucesso e a derrota não é sinônimo de derrota".
SUGESTÃO: antes de falar sobre o projeto "Jogos 'Fair Play' Olímpicos", sugiro que trabalhem com o texto abaixo com os alunos antes dos jogos.


OLIMPÍADAS ESPECIAIS DE SEATTLE-USA

/ESPÍRITOS EVOLUÍDOS
Baseado numa história real Há alguns anos, nas Olimpíadas Especiais de Seattle-USA, nove participantes, todos com deficiência mental alinharam-se para alargada da corrida dos 100 metros rasos. Ao sinal, todos partiram, não exatamente em disparada, mas com vontade de dar o melhor de si, terminar a corrida e ganhar a medalha de ouro.Um dos garotos tropeçou na pista atlética, caiu e começou a chorar. Os outros oito ouviram o choro, diminuíram o passo e olharam para trás. Então viraram e voltaram. Todos eles. Uma das meninas, com Síndrome de Dawn, ajoelhando, deu um beijo no garoto e disse:- Pronto, agora vai sarar! E todos os nove competidores deram os braços e andaram juntos até alinha de chegada. O estádio inteiro levantou e os aplausos duraram vários minutos...Talvez os atletas fossem deficientes mentais... Mas com certeza, não eram deficientes espirituais...Isso porque, lá no fundo, todos nós sabemos que o que importa nesta vida, mais do que ganhar sozinho é ajudar os outros a vencer, mesmo que isso signifique diminuir os nossos passos...Procure ser uma pessoa de valor, em vez de procurar ser uma pessoa de sucesso. O sucesso é conseqüência....
Segundo o professor Nilo João Simões de Castro(2000),Todos nós, professores de Educação Física devemos ser multiplicadores na promoção do “Fair Play”; pois o esporte de competição pode responder a numerosas exigências fisiológicas e sociais do homem. Pode, especialmente, dar a cada um, qualquer que seja a sua idade e condição, possibilidade de expansão e um enriquecimento das relações individuais e coletivas. Pode contribuir igualmente, de diversas e excelentes maneiras, para melhorar a qualidade de vida.
Se aceitarem essa responsabilidade e se atenderem ao nosso premente apelo, o “fair play” e o esporte não apenas estarão salvos, mas talvez poderão propiciar benefícios ao espírito de lealdade que anima o mundo esportivo, e causar verdadeiro impacto a própria vida em geral.
Ainda, segundo o professor Luiz Araçoiaba(2007), durante os jogos ele não realiza competições de futsal, handebol, vôlei e basquete e adapta outros esportes a realidade escolar, como por exemplo natação( é usado um skate, onde o aluno fica deitado sobre o mesmo e tem que 'nadar' até a outra extremidade da quadra) e também a canoagem( o aluno fica sentado no skate e tem que remar, usando um cabo de vassoura), ou seja, ele usou a criatividade, sem contar que todos os alunos pesquisam sobre todos os esportes.
Outros esportes praticados e que deram certo na minha escola durante o 'PAN', foram: 1) Judô adaptado(foto ao lado), Os alunos em duplas e de acordo com o tamanho ficavam sobre um colchão(tatame) ajoelhados com as duas mãos dadas, e ao sinal faziam força até o 'adversário' tirar um dos joelhos do chão, ou deitar ou ainda sair do colchão. No início e final da disputa os alunos devem se cumprimentar, assim como fazem os judocas.)
2) Revezamento - Ao redor da quadra, os alunos fazem revezamento com bastão, devido ao espaço reduzido, serão apenas duas equipes de quatro alunos por vez. Como a equipe que ficar do lado de dentro da quadra leva vantagem, o professor deve medir a posição de saída dos corredores. Outros atividades são arremesso(basquete), embaixadinha, salto em distância, pebolim humano, etc. Outra idéia é dividir os alunos por equipe e não por classe, ou seja, cada classe terá alunos de várias equipes. Outra idéia muito importante, é não usar nomes que indiquem competição, como campeonato Olímpico, torneio Olímpico, ou seja usar um nome que soe bem aos ouvidos e que transmita uma idéia maior de participação, de alegria e de confraternização, como "Festa do esporte". Quando possível é importante levar na escola algum atleta para conversar com os alunos a respeito de esportes, saúde, estudos, etc.(na foto ao lado, a atleta Aline Pelegrino, capitã da seleção brasileira feminina de futebol-campeã do PAN do Rio/2007). Quem tiver outras atividades legais, manda pra mim, e eu as colocarei aqui com os devidos créditos. E-mail: niltonzumba@hotmail.com ou deixe seu comentário no blog - até a próxima.

CONHECENDO UM POUCO MAIS
SOBRE ESPORTES OLÍMPICOS

Com a Grécia dominada pelos Romanos, no século II, os Jogos Olímpicos foram perdendo sua identidade, até serem interrompidos pelo decreto do Imperador Romano Teodósio.
A volta dos Jogos Olímpicos, aconteceu no final do século XIX, por vontade do Barão de Coubertin, que acreditava que os exercícios físicos eram importantes para a formação dos jovens.
Então, em 1896 aconteceu a primeira Olimpíada da Era Moderna, em Atenas, com a participação de 13 países, competindo em nove esportes: atletismo, ciclismo, esgrima, ginástica, levantamento de peso, luta, natação, tênis e tiro.
O famoso símbolo das Olimpíadas, os cinco anéis de cores diferentes entrelaçados, foi introduzido nos Jogos Olímpicos de Antuérpia em 1920. Eles significam a união do mundo, cada anel representa um continente.
As modalidades esportivas são formadas por esportes individuais e coletivos. Nos esportes individuais, o que conta mesmo é o esforço para a superação dos próprios limites. Pois, não há com quem contar na hora decisiva. Nos coletivos, o mais importante é a combinação da técnica individual com o trabalho de equipe. Tudo depende do espírito de cooperação.
SUGESTÃO: converse em sala de aula, sobre a pessoa Barão de Coubertin, e sua influência para o esporte atual.

CURIOSIDADES OLÍMPICAS

1896 – Nas primeiras olimpíadas, as provas de natação eram realizadas em mar aberto com temperatura de apenas 13 graus, ao contrário das Olimpíadas modernas, que utilizam piscinas com tecnologia de ponta para que os atletas obtenham as melhores marcas possíveis.
1904 – O primeiro atleta olímpico a cruzar a linha de chegada da Maratona, foi o americano Fred Lorz. Porém seus momentos de glória duraram pouco, pois, acabou tendo que assumir a seguinte fraude: havia pego carona em um caminhão depois de 15 quilômetros de corrida. Assim, outro americano, Thomas Hicks, que seria o segundo colocado, e que protestou contra Fred Lorz, foi o vencedor premiado.
1924 – O filme Carruagem de Fogo, premiado com o Oscar em 1981, teve sua história baseada na olimpíada de Paris. Que tal o assistirmos, para refletir sobre esta questão?
1960 – Roma, pela primeira vez os Jogos Olímpicos foram transmitidos ao vivo pela televisão para 19 países europeus. O Japão e os Estados Unidos também puderam assistir pela TV, em vídeo-tape.
1980 – Olimpíada de Moscou. Pela primeira vez o Brasil conquistara duas medalhas olímpicas num mesmo dia. A performance se deu no iatismo com duas medalhas de ouro: Marco Soares e Eduardo Penido na classe 470, e Alexandre Welter e Lars Björkström na Tornado.
1984 – Los Angeles. Finalmente as mulheres puderam competir na Maratona. A vitória ficou com a americana Joan Benoit com o tempo de 2:21:43.
2004 – Atenas, Um dos eventos mais esperados foi a Maratona, que aconteceu no percurso original com chegada no Estádio de Mármore, o mesmo que abrigou a Olimpíada de Atenas em 1896.

2 comentários:

fernandasantos disse...

Oi!!
Tudo bem?
Adorei o seu blog, parabéns!
É possivel tirar muitas idéias pra melhorar nossas aulas.
Você tem alguma coisa sobre jogos cooperativos para ciclo I e II.
se tiver alguma coisa será que poderia enviar via email (fefesan@uol.com.br).
Desde já agradeço.
Grande abraço.
Fernanda- Rigolin(Caic)

monica disse...

sou academica do 7 periodo de educaçao fisica na universidade estadual de roraima, ja trabalho na area e esse blogger ta sendo um referencial para as minhas aulas.
Parabens pois aqui encontro tudo e mais um pouco do que preciso.
Mesmo assim preciso d ajuda ou uma ideia de apresentaçao para os meus alunos com idade d 6 a 15 anos ao todo são 60.Seria uma unica apresentaçao com todos os alunos com tempo max de 30min referente a educaçao fisica escolar.
naum sei o q fazer.
se tiver alguma ideia sera que poderia enviar via email(monicagessyca@hotmail.com)fico grata.
bjão.
Monica Gessyca