LIVRARIA CULTURA

domingo, 3 de agosto de 2014

I SEMINÁRIO DA EDUCAÇÃO - ANOS INICIAIS

I SEMINÁRIO DA EDUCAÇÃO

                 Foi realizado na cidade de Salto no dia 25 de julho, o 1º Seminário da Educação para os anos iniciais promovido pela Diretoria de Ensino da Região de Itu/SP.
      No decorrer do Seminário, tive a oportunidade de apresentar dois(2) projetos desenvolvidos na escola na área da Educação Física, sendo eles o Projeto Oi (Obesidade Infantil) apresentado no período da manhã e o Projeto 'Além do Giz'(interdisciplinar de matemática), apresentado no período da tarde.
         Foi muito bom poder Compartilhar saberes com outros colegas.





                 

domingo, 25 de maio de 2014

ESQUELETO HUMANO

PROJETO RAIO X

        alunos dos 1ºs anos A, B e C tiveram durante as aulas de Educação Física, com o Professor Nilton aula sobre o sistema ósseo com o objetivo de trabalhar o sistema esquelético e também os músculos que trabalham de forma harmônica e garante nossos movimentos do dia-a-dia. Os alunos participaram de aulas práticas com movimentos realizados nas diferentes práticas esportivas e também na parte teórica, sendo usado o ‘ESCOLETO’ para auxiliar nas aulas em sala de aula, terminando com a colagem das partes do esqueleto e montagem do mural. Nas fotos abaixo alguns dos momentos desse projeto.





quinta-feira, 15 de novembro de 2012

MODALIDADES PARALÍMPICAS

Atleta Elaine entre Diretores, Professores 
de Educação Física e representantes 
da SEE e SEDPcD
   Um importante encontro entre Diretores e Professores de Educação Física foi realizado na sede da 'EE Professora Paula Santos' na cidade de Salto no dia 30 de outubro. Esse encontro foi promovido pela Diretoria de Ensino de Itu com organização das PCNP de Educação Física e Educação Especial Maria Cecília e Marisa Mercante e teve o objetivo de mostrar a importância da atividade física como fator de inclusão social da pessoa com deficiência, enfatizando o direito de acesso à atividade esportiva e ao lazer e disseminar o esporte para pessoas com deficiência a partir da idade escolar.
PCNP Cecilia e as Professoras Carol e Tânia
durante jogo de Goallball com orientação do
Professor Edvaldo de Itu
Alunos disputando o atletismo: Corrida
com guia (com os olhos vendados)
    Esse encontro teve a participação especial da atleta paralímpica Elaine Pedroso da Cunha da Equipe 'SÃO PAULO PARALÍMPICO'. A atleta Elaine é paraplégica e participa da classe SKUD 18 e foi a primeira mulher a representar o Brasil na vela durante os jogos paralímpicos. Vale lembrar que na última edição dos jogos paralimpicos em Londres/2012 a Equipe Paralímpica de São Paulo conquistou 16 das 21 medalhas de ouro conquistadas.(quase 80 % das medalhas de ouro). O encontro também teve a participação de representantes da SEDPcD e da SEE. A intenção é levar para as 91 Diretorias de Ensino esses atletas campeões para que em contato direto com alunos e professores da Rede Estadual possam compartilhar emoções e reafirmarem a importância da atividade física e esportiva a partir da escola. No mesmo dia, aconteceu uma palestra com o professor Edvaldo que comentou sobre as modalidade participantes das paralimpíadas escolares 2012 e na parte prática passou aos professores a modalidade goalball (foto acima), que teve a participação de atletas deficientes visuais da cidade de Itu.    Vale destacar que mesmo que na escola não tenha nenhum aluno com algum tipo de deficiência, é importante desenvolver na Educação Física algumas modalidades para trabalhar nos alunos o pré-conceito, a discriminação e ensinar que é importante a inclusão, pois todos devem ter as mesmas oportunidade. ou seja, praticar cidadania. Os trabalhos de inclusão realizados na 'EE Professor José Benedito Gonçalves' (Zezito) na cidade de Salto/SP e que podem ser trabalhados pelos professores de Educação Física foram o Goallball, Voleibol sentado e corrida com guia(olhos vendados).
Voleibol Sentado: Modalidade Paralímpica

sábado, 13 de outubro de 2012

TWISTER: UM JOGO EDUCATIVO.

        TWISTER: Quem nunca jogou ou viu alguém jogar o twister? Aquele jogo com círculos coloridos que a gente se contorce inteiro para brincar? Essa brincadeira no qual é disputada mão a mão e pé a pé para ver quem se mantém em pé ao final.
Alunos participando do twister. 
      Com essa atividade é possível desenvolver nos alunos o equilíbrio, força, lateralidade, coordenação motora, a noção de direita/esquerda, as cores primárias, estratégia usada durante a movimentação e a leitura, pois um dos alunos gira e faz a leitura do local onde o ponteiro da roleta parou.
      Na escola fiz 4 jogos (Tabuleiros e roletas) de twister e dividi a turma em 4 equipes, sendo que em cada equipe é escolhido 1 aluno para girar a roleta, 1 que será o ‘juiz’ e os outros 4 alunos participam do jogo propriamente dito.
Alunos no tabuleiro com as
cores misturadas
      
      A regra é simples: Por exemplo: O aluno roda a roleta e se o ponteiro parar "na cor azul/pé direito" o primeiro aluno tem que colocar o pé direito no círculo azul, o 2º aluno deve agir da mesma forma de acordo com o resultado da roleta, e assim por diante até que o aluno caia, coloque os joelhos no chão, erre a cor, desista ou não consiga realizar o movimento proposto. Ao final de cada rodada invertem se as posições para que todos participem. Deu até para fazer uma espécie de torneio de twister para todos os alunos do 1º ao 5º ano.
Aluna girando a roleta do twister
      MATERIAIS: Usei uma espécie de madeirite medindo 1.50 x 1.50( daqueles que se usa em supermercados para sobrepor um produto sobre o outro). Fiz 4 linhas com 5  círculos coloridos sobre o mesmo, com uma cor diferente em cada linha: vermelho, azul, amarelo e verde. 
      DICA: pode-se fazer com as cores misturadas conforme foto 2 ou ainda usar TNT no lugar do madeirite. Peça ajuda aos professores de ARTE ou para os alunos que tenham alguma habilidade com pintura.
Equipes divididas no twister
     Para fazer o relógio(roleta) usei um pedaço de madeira circular com um ponteiro de madeira parafusada ao centro (conforme foto 3) e pintei no círculo as cores e as partes do corpo, ou seja pé direito, pé esquerdo, mão direita e mão esquerda (pode se fazer também um dado para substituir o relógio). Outra dica é juntar dois jogos(tabuleiros) e colocar mais alunos para participar ao mesmo tempo.
      Para saber mais é só entrar na internet e procurar saber corretamente as regras. Vale a pena! 
Dois tabuleiros juntos para mais 
alunos participarem do jogo

segunda-feira, 16 de abril de 2012

MEIO MILHÃO DE VISITAS


            Olá a todos, quem diria, como é fantástico esse meio tecnológico... montei esse blog em 2007 com o simples objetivo de divulgar e compartilhar meus trabalhos aqui na escola onde trabalho no interior de São Paulo e não imaginava que 4 anos depois(coloquei o contador em 2008) esse Blog chegaria no dia de hoje, 16 de abril de 2012 a mais de 500.000 acessos.
             São visitantes de todo o nosso Brasil e também de vários países.
Obrigado pelos vários comentários recebidos, pelas mensagens no e-mail, pelas sugestões, pelos amigos "Seguidores"... Muito, mais muito obrigado a todos vocês que nos acompanham e que nos lê.  Externo meus agradecimentos à Equipe Gestora da escola Zezito.
         Termino com uma frase que coloquei na minha 1ª postagem em 2007 que dizia:   
"Deus quer, o homem sonha, a obra nasce".
(Fernando Pessoa) 

Esse Blog é nosso.
Valeu e fiquem com Deus!
Abraços!

terça-feira, 10 de abril de 2012

12 ATIVIDADES RECREATIVAS

Olá a todos, estive pesquisando na internet algumas atividades recreativas e encontrei numa Comunidade do Orkut algumas atividades interessantes. Todas testadas e aprovadas, pois executei na escola onde trabalho e as crianças adoraram. Estou colocando a fonte das atividades, caso algum autor não goste eu retirarei. São 12 atividades, vamos a elas.

       1-    JOGO HUYA 
         (Autor: Matsuo Kei(Pedro Machado) em 24/07/2010)
 
Alunos realizando o HUYA em
vários grupos
Bom para: reflexo/concentração/memorização

Número de participantes: quanto mais, melhor
Recomendado para alunos a partir da segunda fase do Ensino Fundamental (passei para os alunos dos 5º anos e deu certo, eles adoraram).
Um jogo muito comum em eventos de cultura asiática, o Huya pode ser usado para as aulas de Educação Física.
Alunos jogando o 
HUYA no Recreio
       Como brincar:
1) Primeiramente, os alunos devem memorizar cinco gestos que correspondem a cinco animais: serpente, dragão, lebre, tigre e águia. Os gestos podem ser conferidos neste vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=IW56rZCq1XA .
2) Memorizados os cinco gestos, começa a brincadeira: cada rodada terá um líder diferente, seguindo a ordem horária ou anti-horária do círculo. O líder, na sua vez, deverá gritar "HUYA!" e fazer qualquer um dos cinco animais. Os demais participantes devem fazer qualquer um dos cinco animais. O participante que fizer o mesmo animal que o líder da rodada ou algum gesto que não corresponda aos cinco animais pré-estabelecidos está fora do jogo.
turma completa praticando o HUYA 
Obs: comecei fazendo em duplas, depois trios, quartetos, até chegar a um único grupo de alunos e o interessante é que alguns grupos curtem o HUYA no recreio também.
Vídeo-exemplo:
OUTRA SUGESTÃO É FAZER UMA COMPETIÇÃO ENTRE ELES
Espero que gostem, vale a pena!

2- JOGO: NERVOSO 
(Autor: Jean & Ale Delli Colli Neves - 09/02/2010)


-Material: Vários dados,( Eu uso 12 pares para uma turma de cerca de 30 alunos)
-Alunos em circulo sentados.

Distribua pares de dados de forma a ficarem o mais longe possível um par do outro.
Regra: Objetivo é passar os pares de dados, para o aluno a sua (direita) toda vez que tirar números iguais ex: 1-1, 2-2, 3-3,4-4,5-5,6-6. Só pode passar quando tira números repetidos pra isso tem que jogar rápido um monte de vez.
Sai do jogo quem estiver com 2 pares de dados ou seja 4 dados.
VARIAÇÃO: pode variar, Ex: quem tirar 1-1 , 2-2, 3-3 entrega o dado para o aluno a esquerda, quem tira 4-4, 5-5, 6-6 entrega para a direita, assim acontece mais vezes o encontro dos pares de dados.
Alunos que saírem do jogo você pode mandar fazer outro circulo e continuar a brincadeira , pois quando o número diminuir de aluno no circulo você vai ter que tirar alguns pares.(no meu caso eu fiz até 3 circulos) Só jogando pra sentir porque o nome é NERVOSO. Eu brinquei com meus alunos para sentir que essa brincadeira é um NERVOSO SÓ!
OBS: DÁ PRA FAZER UM TORNEIO VALENDO MEDALHAS.
JOGO NERVOSO.  E É NERVOSO MESMO


3-  JOGO DA MEMÓRIA HUMANO
(autor: Guilherme Freitas... - 25/02/2008)


Alunos no jogo da memória humano(na arquibancada)
            Pode ser realizado em sala ou fora.

          Do grupo, dois são escolhidos para adivinhar quem serão os pares. Para isso, são levados para fora/outro ambiente, enquanto os colegas restantes se dividem em duplas e combinam um gesto/movimento/sinal comum para ambos. Organizam-se em colunas e embaralham-se para dificultar a localização dos pares.


             A dupla retorna e deverá adivinhar os pares, escolhendo dois por vez, os quais executarão seu gesto/movimento/sinal (como quando as peças do jogo tradicional são viradas). A dupla pode jogar de modo cooperativo ou competitivo. Após um certo número de acertos/jogadas, pode-se trocar os papéis, os pares e os movimentos combinados, enriquecendo a atividade.

Favorece o trabalho a respeito das diferentes características do movimento (alto, baixo, rápido, lento, na frente, orientação espacial...), a socialização entre a turma e também aspectos cognitivos (memória). Muito bom


4- QUEIMADA XADREZA 
(autor: Conrado Gontijo - 11/08/2009)

Mesma regra da queimada tradicional, mas muda alguns detalhes que são: 

- 01 aluno Rei (se for queimado perde o jogo)
- 01 aluno Rainha (se for queimado tem q entregar todos os prisioneiros do adversário)
- 02 alunos cavalos (se for queimado tem que dizer quem é o rei e a rainha; o X-9)
- Os demais peões, neutros. 
Claro que os adversários não saberão quem são quem. Só o professor. É legal


5-  CABO DA PAZ 
(autor: RamON. R³ - 11/08/2009)

Os alunos ficam como se fosse cabo de guerra tradicional, os dois grupos tentam puxar a corda para o seu lado, porém eles tem que equilibrar forças de tal maneira que um grupo não consiga puxar o outro, durante o jogo caso algum grupo esteja levando vantagem um dos alunos pode passar para o outro lado e equilibra o jogo tornando os dois grupos num só.


6-  MEMORIZAÇÃO 
( autor: E-book: vol 1 e/ou 2 - 27/04/2008)


Ótima para inicio de ano ou dias de chuva
Quem inicia diz seu primeiro nome. A pessoa seguinte diz o nome da pessoa anterior mais o seu e assim sucessivamente...

Exemplo:
1ª pessoa: Jenyffer, 2ª pessoa: Jenyffer, Carolina, 3ª pessoa: Jenyffer, Carolina, Igor, etc...
(VARIAÇÃO: Ao invés de nomes o aluno pode dizer  o nome de uma fruta por exemplo)


7-  JOGO SOPRO SOPRO 
(autor: Ismael - 14/02/2010

Importante para trabalhar a respiração

Pega-se dois barbantes e coloca 4 alunos, um de cada lado pra segurá-los, paralelamente um do outro, e escolha dois alunos para serem os sopradores.

Fura-se um pedaço de papel ou cartolina coloca o buraco no barbante, ao sinal do professor os alunos terão que soprá-lo até o final sem usar as mãos só a boca com sopro, ganha quem terminar primeiro.

8- PEGA ELÁSTICO: 
 (autor: Luiz Eduardo ® - 02/04/2009)

alunos participando do pega elástico
2 alunos com um elástico preso as pernas
correm com o elástico esticado e tentam pegar os demais colegas

se o elástico tocar está pego
para não ser pego tem que pular o elástico
pode aumentar a altura
dando a possibilidade de pular ou passar por baixo.
Muito dinâmica

9- OVO CHOCO 
(E-book: vol 1 e/ou 2 - 27/04/2008)
Crianças sentadas ou em pé, em círculo. Uma criança é escolhida para ser o “cozinheiro” e fazer a sopa. O cozinheiro caminha em volta da roda pelo lado de fora escolhendo crianças para representarem os diversos legumes, a carne, a massa, etc. Estas devem segui-la até que o cozinheiro diga: “__A sopa está pronta”. Neste momento todos correm para ocupar um lugar na roda. A criança que não conseguir entrar na roda ocupará o lugar do cozinheiro.

10- PIQUE FICHA 
(autor: Myrthes Adriane - 16/08/2010)
Os alunos adoram pique bandeira ou rouba bandeira, mas a Myrthes criou uma variação que chamou de Pique Ficha.

A divisão dos alunos na quadra é a mesma do pique bandeira, mas a principal diferença é que o objetivo não é roubar a bandeira da equipe adversária, mas depositar fichas (ela  usa pedaços de papel cortado, eu usei pedaços de EVA em formato de circulos) dentro de um balde que fica na área que anteriormente correspondia a bandeira. 
Cada aluno recebe uma ficha e tenta atravessar a área do adversário. Se conseguir entrar na área livre, deposita a ficha no balde e volta livre. Na volta ele não pode ser pego, diferente do rouba bandeira. Mas de for pego deve entregar sua ficha para o adversário e voltar para seu campo e pegar outra ficha (Que geralmente eu deixo do lado da quadra ou pode ficar com o professor(a). Cada aluno tem direito a uma ficha por vez, mas se conseguiu roubar 2 ou mais fichas do adversário, pode depositá-las também no seu balde. O legal é que coloco fichas de cor diferente para cada equipe. E no final, quando contamos quantas fichas cada grupo conseguiu botar, as fichas roubadas valem dois pontos. Pode ser acrescentadas fichas  Bônus que valem 5 pontos ou mais. A brincadeira acaba quando uma equipe conseguiu depositar todas as suas fichas.

Geralmente  40 a 50 fichas para cada equipe ou pode se fazer por tempo estipulado.. 
A brincadeira é bem dinâmica e os alunos curtem muito!

11-  SALVE-SE COM UM ABRAÇO
( autor: Juliete Costa - 14/03/2010)


Objetivos:
- Desenvolver através do jogo fatores ligados a afetividade, contato com o outro e companheirismo entre os participantes. - Potencializar a percepção espacial, de tempo de reação e velocidade de movimento
Desenvolvimento: 
Participantes dispostos na quadra ou em outro espaço. Um dos jogadores será escolhido para ser o pegador, o qual ficará com uma bola na mão. O pegador perseguirá os outros jogadores, tentando tocar a bola na barriga de alguém do grupo, tentando passar assim a função para outro. Os jogadores fugitivos poderão ficar imunes momentaneamente, se conseguirem abraçar um outro colega no momento da fuga. Em um certo momento do jogo, o professor  acrescenta um pegador a mais no jogo (ou mais de um), com uma bola nas mãos, tornando o jogo mais movimentado.
Variação: pode se fazer em forma de pega-pega ao invés de usar bolas – os alunos (pegador) podem usar coletes de cor diferente dos demais.

12-  A VIAGEM
organize os alunos em circulo cada um na sua cadeira. O orientador deve falar aos alunos que existe duas palavras importantes nessa brincadeira: VIAGEM... Os (alunos trocam de lugar). DESASTRE( eles devem dar uma volta na própria cadeira).

A atividade começa com o orientador de pé contando uma pequena historia...Ex: Hoje os alunos de nossa escola sairão para um passeio... foram visitar alguns lugares importantes da cidade quando alguém viu um DESASTRE....(fazer voltas na cadeira) mais tarde os alunos viram um Ônibus de VIAGEM ( trocar de lugares) o Professor pode se quiser ocupar uma cadeira e um aluno ficara de pé...este então devera continuar a historia com grande imaginação...
Atenção, concentração e criatividade
OBS: NO LUGAR DAS CADEIRAS EU USEI BAMBOLÊS E DEU CERTO. É UMA DICA.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

AULA DE CIRCO NA EDUCAÇÃO FÍSICA


RESPEITÁVEL PÚBLICO
'PALHAÇADA': PATOTA E PATOTINHA
MALABARISMO
CONTORCIONISMO
Reeespeitável público...  hoje temos o prazer de apresentar... o espetáculo Cirque du Soleil , ou melhor: “Circo do seu Zé.” Em homenagem ao dia do circo comemorado no dia 27 de março. Trata se de uma apresentação circense realizada durante as aulas de Educação Física na EE Professor José Benedito Gonçalves(1º ao 5º ano), escola carinhosamente apelidada de 'ZEZITO' (por isso o nome de Circo do seu Zé). Este trabalho foi desenvolvido, juntamente com os alunos dos 5º anos. através de alguns truques de magicas destas que se vende em livrarias, lojas de brinquedo, etc. e de malabarismo com três bolinhas(yuotube).
Apresentação
 (com Bambolês)

MÁGICA COM CARTAS
Durante o mês de março, os alunos aprenderam a fazer malabarismo (com três bolinhas) e alguns truques de mágicas, mas o interesse dos alunos pelo circo fez surgir outros números circenses, como contorcionismo, bambolê, dança, piadas e palhaçadas. A empolgação foi tanta que surgiu a ideia de fazer uma apresentação no período da tarde para os alunos dos 1º e 2º anos. Vale destacar que os alunos treinaram bastante os números fora do horário de aula. No dia 27, foram realizadas três apresentações de cerca de 50 minutos cada e envolvidos 25 alunos que realizaram 20 números circenses. 
MÁGICA DE ADIVINHAÇÃO
As crianças adoraram as apresentações de mágicas, bambolês, malabarismo, contorcionismo e dança, despertando nos alunos a imaginação e a curiosidade. A professora de Arte também participou com a pintura facial de algumas crianças e trabalhos de textos e desenhos também foram realizados pelas professoras. Ou seja, foi um espetáculo simples, mas educativo e cultural. As crianças adoraram. 
OBS: É importante passar aos alunos que para se fazer um espetáculo, o artista de circo tem que ter talento e criatividade e não é preciso ter animais no circo. Existe uma lei proibindo animais em circo. Vale lembrar também que é preciso trabalhar com os alunos a parte histórica do circo, para que todos tenham noção dessa grandeza cultural circense.



MAIS DE 300 ALUNOS DIVIDIDOS EM 3 SESSÕES ASSISTIRAM
ATENTOS AS APRESENTAÇÕES CIRCENSES 

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

2º JOGOS PAN-ZEZITO 2011



Devido a realização dos Jogos Pan-americanos realizado no mês de outubro em Guadalajara no México em 2011, os 540 alunos da E.E. Professor José Benedito Gonçalves (Zezito) trabalharam esse tema através da vivência  do 2º JOGOS PAN-ZEZITO 2011, realizado na escola durante o mês de outubro.
       Através das atividades possibilitamos aos alunos o seu desenvolvimento físico e mental através de habilidades corporais, e ao mesmo tempo desenvolvemos neles o espírito esportivo, onde eles entendam que "A vitória não é sinônimo de sucesso e a derrota não é sinônimo de fracasso e para existir um vencedor é preciso haver um perdedor".
Os jogos foram disputados no período da manhã e tarde e divididos por séries/anos. Foram disputadas 7 modalidades esportivas e distribuídas 300 medalhas aos participantes. As modalidades praticadas foram: natação (craw e costas), canoagem, salto em distância, revezamento com bastão, arremesso de peso e judô.

Atividades adaptadas 1: nado craw
        Alunos em cima de um skate tinham que ficar em posição de decúbito dorsal (barriga para baixo) e com tarefa de “nadar” até a linha de chegada.
  
Atividades adaptadas 2: nado costas 
       Alunos em cima de um skate tinham que ficar em posição de decúbito frontal (barriga para cima) e com tarefa de “nadar de costas” até a linha de chegada.

Atividades adaptadas 3: Canoagem
        Alunos em cima de um skate tinham que ficar na posição sentados e sem colocar os pés ou as mãos no chão e com o auxilio de um bastão(remo) tinham como tarefa a de “remar” até a linha de chegada.
     
Atividades adaptadas 4: judô
        Alunos em cima de um colchão (tatame) na posição de joelhos(ajoelhados) sendo um de frente para o outro e de mãos dadas e tinham como tarefa a de fazer com que o adversário cometesse alguma infração, tais como: sentar no calcanhar, levantar os dois joelhos do colchão, sair para fora do colchão, ou ser derrubado. Quem ficar sem cometer essas infrações vence a “luta”.

Atividades adaptadas 5: Salto em Distância
           Na falta de uma caixa de areia apropriada para o salto, foi improvisado em um espaço gramado uma local para o salto. No lugar da areia foram colocados colchões para que os alunos pudessem saltar longe e sem perigo de se machucarem.

Atividades adaptadas 6: Revezamento com Bastão
        Na falta de uma pista de atletismo apropriada para a prática do revezamento com bastão, foi improvisada na quadra poliesportiva uma mini pista demarcada por cones e com marcas de fitas nos locais apropriados para saída, entrega do bastão e chegada.

Atividades adaptadas 7: Arremesso de peso
         Na falta de um local apropriado para o arremesso os alunos participaram da prova na própria quadra, sendo que os alunos arremessavam a bola na maior distância possível.


sábado, 3 de setembro de 2011

OBESIDADE INFANTIL:

verificando a estatura
       A obesidade infantil vem crescendo assustadoramente em todo o mundo, com isso é inevitável falarmos nesse assunto. Segundo o Guia Alimentar para a população Brasileira, em pesquisa recente na região sudeste com crianças de 10 anos, 16,9% dos meninos e 14,3 das meninas que estudam em escolas públicas têm problemas de obesidade. Esses problemas quando ocorrem na infância são alarmantes, pois a criança está em fase de crescimento e pode ter comprometido o desenvolvimento normal de sua estrutura óssea. (Ministério da Saúde-2005).
verificando o peso

            Na avaliação biométrica (peso e altura) realizada em 2011, durante as aulas de  Educação Física, foram avaliados 503 alunos(manhã e tarde). Através da tabela de IMC Infantil e de posse do peso e altura dos alunos foi possível Levantar os dados da situação nutricional dos alunos e comparar com os dados dos anos anteriores.
         (OBS: Os testes de peso e altura foram realizados em uma balança doméstica (tipo as de banheiro) e fita métrica fixada na parede).
         Confira abaixo a tabela com os resultados nutricionais de 1.787 alunos avaliados desde 2008.

             O IMC é determinado pela divisão da massa do indivíduo (peso) pela altura².
               Os resultados de 2011 mostram que 180 alunos estão abaixo do peso (35,79%), 224 alunos estão com o peso normal (44,53%), 65 alunos estão pré-obeso (12,92%) e 34 alunos estão com obesidade (6,76%) Verifiquei que dos 503 alunos avaliados, 55,23% estão fora do peso ideal, ou seja, estão na categoria abaixo do peso, pré-obeso ou obesidade e 44,77% estão com o peso normal. A pesquisa mostra que 99 alunos (19,68%) estão acima do peso (pré-obeso ou obesidade).

ESTADO NUTRICIONAL DOS PAIS

alunos calculando o IMC dos pais
            Os alunos das 4ª séries aprenderam a fazer o calculo do IMC e realizaram na sala de aula durante as aulas de Educação Física o cálculo do IMC de 120 pais ou responsáveis (57 homens e 63 mulheres) e os dados apesar de serem semelhantes aos de 2008(163 pais avaliados), são mais alarmantes: 2,50% estão abaixo do peso, 50% estão com peso normal e 47,50% estão com sobrepeso ou obesidade. Confira a tabela abaixo a situação nutricional dos pais ou responsáveis.